Agora é a hora certa de ensinar meu bebê a dormir?

Existem duas coisas que posso garantir a você quando se trata de ensinar seu bebê a dormir a noite toda.


1. Será um desafio

2. Valerá a pena


Eu nunca trabalhei com uma família cujo bebê desmaiou na primeira noite e dormiu magicamente a noite toda a partir de então. Alguns dormiram a noite toda na noite #2, a maioria deles começa a ver os resultados na noite #3 ou #4, mas não vou esconder a verdade de você, a noite #1 é a mais difícil.

Também nunca trabalhei com uma família que não achasse que tomou a melhor decisão depois que seu bebê aprendeu a dormir durante a noite. Os benefícios para toda a família são quase indescritíveis.


No entanto, como muitas decisões importantes, há momentos que são ideais e outros nem tanto. Hoje, gostaria de oferecer algumas dicas para decidir se é ou não o momento certo para fazer essa jornada desafiadora, mas tão gratificante.


Você vai estar por perto?


Não estou tentando encontrar uma fresta de esperança nesta situação da Covid-19, mas muitos pais estão trabalhando em casa ou não trabalham, o que representa a oportunidade certa de estar em casa enquanto você ensina o seu filho como dormir independentemente. Eu geralmente recomendo que, pelo menos um dos pais, fique em casa por duas semanas enquanto você está ensinando seu filho a dormir melhor, então esta pode ser uma ótima oportunidade.


Não aconselho os pais a começarem o treinamento do sono dentro de duas semanas de viagem, mas acho que isso não é uma preocupação para a maioria de nós no momento, já que estamos todos em casa para conter o Covid.


É a hora certa para o bebê?


A melhor chance para uma solução rápida e eficaz para os problemas de sono do seu bebê é implementar as mudanças quando ele estiver saudável. Se o bebê está sofrendo de refluxo ou cólica, você deve cuidar disso antes de começar o treinamento do sono. Haverá confusão e protesto nas primeiras noites, e queremos ter certeza de que é apenas devido à mudança em sua rotina, não por desconforto físico real, e se eles estão saudáveis, é muito mais fácil identificar os motivos por sua agitação.


O seu parceiro está a bordo?

Se você está criando seu bebê com um parceiro, é importante que ambos estejam comprometidos com o processo. Pode ser uma situação difícil nas primeiras noites e se seu parceiro achar que não é uma boa ideia, provavelmente chegará um ponto em que ele conseguirá convencê-lo a ceder e recorrer a qualquer "suporte externo para dormir" que você costumava usar antes para fazer seu bebê dormir. Portanto, antes de começar, certifique-se de que você e seu parceiro estão de acordo e podem contar um com o outro para obter sucesso esperado.


Você consegue ficar algumas noites sem dormir muito?


De novo, eu sempre direi a verdade para você. Mudar os hábitos de sono de alguém quase nunca é recebido com festa nas primeiras duas noites, então é provável que vocês não descansem muito nas primeiras 48 horas. Mas isso é por pouco tempo e tem dada para acabar. Se você tiver uma reunião importante ou um grande evento que acontecerá nos próximos dias e precise estar em ótimas condições, é melhor esperar até o próximo fim de semana para começar.


Os sintomas de privação de sono estão começando a aparecer?


Você está começando a se sentir deprimido, mal-humorado, esquecido, desmotivado, confuso ou sem foco? Seu desejo sexual está começando a diminuir? Você notou um aumento do apetite e vontade de comer mais doces e carboidratos?


Todos esses são sintomas de privação de sono e não são motivo de riso. A sociedade tende a fazer piada do “novo pai exausto”, mas quanto mais aprendemos sobre os efeitos da privação do sono na saúde, menos engraçado ela se torna. Se você está sem sono ou sente que está no limite, agora é a hora certa de agir.


As acomodações estão prontas?


Exceções podem ser feitas em certas situações, mas eu realmente acho que colocar o bebê em seu próprio quarto é a melhor maneira de ajudá-los a aprender a dormir por conta própria. Se vocês não possuem um segundo quarto na casa, tudo bem. Temos várias formas de organizar isso também. O quarto deve ser o mais escuro possível. Coloque algumas cortinas blackout ou, improvise com outra coisa, mas saiba que 100% de escuridão ajudará nas sonecas diurnas.


Livre-se de todos os celulares, móbiles de berço ou dispositivos emissores de luz que afirmam ajudar o bebê a dormir. Posso garantir que não ajudará. Um quarto de bebê ideal é totalmente chato. O bebê deve reconhecê-lo como um lugar para dormir, então mantenha seus brinquedos e distrações em outro cômodo.


Não espere pelo momento “perfeito”.


Como eu disse antes, agora pode não ser o momento ideal para tomar a iniciativa de ajudar seu bebê a dormir a noite toda. Começar e ter que parar devido a um planejamento ruim provavelmente causará confusão e minimizará suas chances de sucesso. Mas lembre-se, sempre haverá algo que não é exatamente ideal. Dentição, engatinhar, rolar e outros marcos de desenvolvimento não devem impedir a capacidade do bebê de dormir durante a noite, e eles não vão parar de aparecer até que seu filho esteja quase pronto para se formar no ensino médio.


Agora que você sabe de tudo isso, se sentir que é a hora certa e está pronto para começar, vamos começar! Estou aqui para te ajudar! Entre em contato e agende uma consulta gratuita. Sei que é uma grande decisão (com certeza foi para mim quando eu fiz isso pela primeira vez com meu filho Albert), mas essa será uma das coisas mais maravilhosas que você dará para toda a família. Estou pronta quando você estiver.


Carla Picolli

carla@nightnight.co.nz