Berço ou cama de criança, eis a questão.

Uma das perguntas mais comuns que recebo como consultora de sono infantil é "Quando devemos tirar meu filho do berço e colocar numa cama de criança?"

Minha resposta é “Mais tarde” e há alguns motivos pelos quais digo isso.

O motivo número um é porque existem muitas outras prioridades quando se trata do sono do seu bebê. Estabelecer uma rotina para a hora de dormir, ensinar habilidades independentes para dormir, acostumar seu bebê a um horário são coisas que devem acontecer antes de você se preocupar em tirá-lo do berço.

Acredite em mim, vai ser muito mais fácil fazer a transição para uma cama de criança quando você tiver um bom e habilidoso dorminhoco em suas mãos.

A outra razão pela qual digo aos pais para esperarem o máximo que puderem é porque, a menos que você tenha um novo bebê a caminho e precise liberar aquele berço, simplesmente não há razão para acelerar o processo.

Os bebês inevitavelmente perceberão que dormem em uma cama diferente de seus pais ou irmãos mais velhos e perguntarão por quê.

Assim que eles demonstrarem algum interesse e sentirem que querem fazer a mudança, estou totalmente a favor. Mas não veja isso como algum tipo de marco de desenvolvimento que seu filho deve atingir em uma idade predeterminada.

Eles chegarão lá quando chegarem, e não há mal nenhum se for mais tarde do que cedo.

A não ser que, seu filho começou a rotina de "artista em fuga" e está saindo do berço de uma forma perigosa, podendo haver algum perigo dele cair ao sair.

No entanto, se ele tem as habilidades para sair do berço com segurança (e algumas crianças que eu conheço são excepcionais em escalar seus berços), então, novamente, recomendo ficar com o berço.

Um dos maiores motivos que vejo os pais mudarem seus filhos para uma cama de criança é porque eles esperam que isso resolva alguns problemas de sono existentes. Talvez o bebê tenha adquirido o hábito de querer ir para a cama com a mamãe e o papai, ou eles de repente estão acordando e pedindo um copo de água/leite no meio da noite.

Talvez uma cama de criança os ajude a se sentirem mais crescidos. Talvez isso lhes dê uma sensação de segurança e conforto. Acredite em mim: Não vai.

Em todo o meu tempo como consultora de sono infantil, e com todas as outras consultoras com as quais me relaciono, nenhuma de nós jamais viu problemas de sono resolvidos mudando o bebê do berço para uma cama de criança.

Eu sei que alguns de vocês são pessoas que gostam de números e querem uma idade, mesmo que seja apenas uma diretriz, então eu diria que 2 anos e meio é provavelmente o momento adequado para pensar nesta mudança. Mas novamente, isso é apenas uma orientação, e quanto mais tarde melhor.

Agora que eu disse a vocês para esperar o máximo possível, o que dizer para aqueles que estão prestes a fazer a mudança?

A primeira coisa que você notará é a rapidez e facilidade com que seu filho faz a transição. Seu filho sobe na nova cama, adora a estampa legal dos novos lençóis e dorme feliz a noite inteira. Talvez você esteja com sorte! Ou talvez não.

Normalmente há um período de lua de mel com a nova cama. As crianças inicialmente pensam que são ótimas, mas depois de algumas semanas, elas começam a acordar e sair do quarto no meio da noite, indo para o quarto da mamãe e o papai e pedindo para deitar na cama deles.

Você pode ficar tentado a atender a esse pedido (eu sei, você está tão cansada), mas sugiro fortemente que você defina uma regra sobre o compartilhamento da cama neste momento. Se seu filho começar a sair do quarto à noite, leve-o de volta e diga-lhe que não é permitido.

Independentemente de quão gentil seja o pedido, ou quão fácil pode ser apenas virar o edredom e deixar seu filho subir a bordo, não desista. Você realmente precisa deixar claro que não é permitido, ou você lidará com as visitas noturnas por meses ou anos.

Carla Picolli

carla@nightnight.co.nz


#nightnightsleepconsulting #sonoinfantil #criançadescansadafamíliafeliz #consultoriadosono #bebenaodorme # sonoinfantil #sonodobebê #sonotranquilo

© 2020 by Night Night Sleep Consulting.